6 oportunidades de crescimento que o ano novo vai te dar

[Workshop gratuito] Resiliente: um coração inabalável
Aprenda a fortalecer sua mente e emoções, a fazer o gerenciamento do seu nível de estresse e aumentar seu bem-estar.

O que você espera de 2018?

Esta época do ano sempre oferece uma grande oportunidade para refletir e planejar o ano que se inicia. Aposto que a essa altura você já deve ter a sua listinha de objetivos e propósitos, certo?

Pensar no que se quer alcançar é um ótimo exercício, mas o que a maioria se esquece de fazer é de planejar para os desafios que, com certeza, estarão entre você e o seu objetivo. Por isso, a maioria de nós desiste dos seus objetivos ainda no primeiro trimestre do ano.

Minha pergunta para você é a seguinte: você tem tido tempo para fazer o planejamento necessário? Independentemente do momento em que você está vivendo na sua vida pessoal ou profissional, eu te garanto que você se confrontará com desafios e obstáculos ao longo do caminho. Obstáculos de diversos tipos: físicos, mentais, financeiros, de relacionamento, etc. Então, você precisa planejar.

Mas, que tal, se ao invés de desistir após um curto período de tempo – ou nem ao menos tentar começar – você friamente analisar e se preparar mentalmente para o que está por vir?

Que tal, enxergar cada um desses desafios como oportunidade? Afinal, existem três formas de lidar com dificuldades:

  1. Desistir;
  2. Tentar alterar as circunstâncias que cercam as dificuldades, ou;
  3. Se fortalecer para lidar melhor com as circunstâncias e com as dificuldades.

Neste texto, eu quero chamar a sua atenção justamente para algumas dificuldades que muito provavelmente devem surgir no seu caminho neste novo ciclo que se inicia e que, se você tratá-las corretamente, se tornaram em oportunidades e grandes chances de crescimento para você. Eu trago também os testemunhos de alguns dos amigos aqui da MdeC que passaram por esses desafios em 2017 e cresceram com eles.

Vamos para leitura?

O medo

Eu já vi centenas de pessoas brilhantes não fazerem o que eles nasceram para fazer neste mundo — não compartilharam suas vozes, não pediram o que eles mereciam, não assumiram os riscos envolvidos na criação da vida que eles queriam — tudo isso por causa do medo. O medo nos mantém refém e nos impede de viver uma vida plena. Encare o seu medo de frente este ano e não permita que ele te domine. Se as oportunidades aparecerem, encare!! Foi assim que a Yasmin fez:

Sou estudante do terceiro semestre do curso de gestão de recursos humanos. No mês de setembro fui desafiada a liderar uma equipe durante a semana acadêmica junto com a coordenadora do curso e um professor que dá apoio na coordenação. No início parecia ser complicado, mas no final deu tudo certo. (…) E o melhor de tudo é que depois de todo o trabalho feito fui reconhecida pela coordenadora, o professor e pelo gestor da unidade. Isso para mim foi muito importante para a minha carreira acadêmica.

Yasmin Uchoa Torres

Dica para vencer o medo: A voz do medo faz ameaças de que se você fizer tal coisa, ocorrerá um resultado desastroso. O remédio é questionar os seus próprios medos. Coloque-os contra a parede! Por exemplo, você tem medo de pedir um aumento ao seu chefe, pergunte-se: “O que de pior pode acontecer se eu pedir o aumento? Ele pode dizer sim ou não. Mas, se meu chefe recusar, e daí?” Você provavelmente vai pensar algo como, “bem, eu vou ficar decepcionado, e eu provavelmente vou ter que refletir se é ideal começar a procurar um novo emprego. Mas, acho que não seria o fim do mundo”. Viu? Desta forma você elimina o poder do medo.

A incerteza

Existe uma frase famosa que diz que “a única certeza que existe é a incerteza”, ou seja, instabilidade é uma constante na vida, principalmente no mundo atual. O tempo de viver uma vida tranquila, sem alterações e ter tudo sob controle em todos os momentos, acabou. Isso não significa que você não pode viver em paz, mas agora você tem que aprender a aceitar e abraçar toda a incerteza que existe ao seu redor e precisa aprender a não se preocupar com aquilo que está fora do seu controle.

Veja a história do Bruno:

Era fim de 2016 e eu estava prestes a entrar no último ano da faculdade de Engenharia Civil. Diversas indecisões já inundavam meu pensamento e uma delas era quanto ao TCC. Estava em um momento no qual eu havia desacreditado de meu potencial e buscava a alternativa mais fácil, para que pudesse me livrar o quanto antes trabalho. Então, um amigo me desafiou a escolher um tema que não havia sido falado anteriormente e que poderia me ajudar a fechar o curso com chave de ouro. Aquilo me encorajou e lá fui eu pesquisar e discorrer sobre infraestrutura e gestão aeroportuária. (…) E para coroar meus esforços, chegou a nota 10 agora no final do ano. Eu, que há 5 anos atrás não tinha condições financeiras para iniciar a faculdade, estou a conclui-la agora em 2017, com louvor.

Ainda que um sonho pareça impossível, quando lutamos por ele, fica mais fácil de alcançar. E, por consequência, outras coisas boas vão sendo atraídas a nós!! #Gratidão

Bruno Heitor de Oliveira

Dica para lidar com a incerteza: Foque no que você pode controlar a curto prazo. E coloque as mãos na massa! Dê o seu melhor. Não fique paralisado pensando no que pode acontecer no futuro.

A dúvida

As dúvidas, sejam elas criadas pela nossa cabeça ou pela opinião de outras pessoas, têm um poder persuasivo e paralizador descomunal. Elas impedem que você aproveite as oportunidades. E torna o processo de começar ou terminar as coisas mais difícil do que precisa ser. Claro, às vezes, elas podem ser úteis. Mas, de uma forma geral as dúvidas são impedimentos para a realização. A Elianne enfrentou o momento natural de dúvida a respeito de suas capacidades, mas não deixo que isso a impedisse de realizar:

Bom dia, em 2017, a palavra de ordem foi desafio. Profissionalmente, trilhei por duas caminhadas paralelas que me fizeram acreditar mais em mim e no meu potencial. A primeira foi uma oportunidade em uma nova empresa, onde passei a escrever para dezenas de economistas de longa carreira, enquanto eu estou apenas no terceiro ano de graduada. Isso me deu confiança e motivação para seguir na área de pesquisa e inteligência, confirmando que é isso que eu gosto e sei fazer: escrever. A segunda foi percorrida ao lado de minha família, apoiando diretamente um empreendimento no ramo de viagens, que transformou a nossa paixão em algo que outras pessoas também pudessem conhecer e desfrutar. Foi realmente engrandecedor unir nossas experiências e anos de estudos em prol de um único objetivo/negócio, compartilhando conhecimento e contribuindo para o desenvolvimento de uma cidade.

Elianne Nastasha Carvalho Sousa Val

Dica para vencer os momentos de dúvida: Faça! Você só vai ter a resposta se fizer! Planejar é importante, mas saiba o momento certo de parar de planejar e começar a fazer. E não tenha medo. Fracassos e erros fazem parte do processo de aprendizagem.

As circunstâncias

Muitas vezes, deixamos a vida nos levar por caminhos sem prever com clareza onde vamos parar. A consequência natural disso é que perdemos o controle das nossas circunstâncias e acabamos em lugares indesejados. Em 2018 precisamos assumir o controle das nossas vidas. Foi assim que a Andreia fez em 2017:

(…) Me formei em direito a quase 18 anos. Mas nunca quis ou pude trabalhar na área por vários motivos. Entre eles um relacionamento abusivo, muito abusivo e consequentemente minha anulação como pessoa e profissional. Pois bem, fique sem trabalhar e cuidando das minhas filhas (tenho duas), consegui finalmente me separar e após longos anos sem sequer ler um livro de direito ou alguma lei, resolvi em 2014 voltar a estudar para concursos, mas a primeira grande etapa e desafio era a OAB. Terror de todos os bacharéis em direito.

Sofri muito no caminho, pois não lembrava mais nada, estava destreinada em estudar e ainda precisava sustentar minhas filhotas. Mas não desisti nunca. Desanimei várias vezes, chorei até secarem as lágrimas no rosto por cada derrota…e foram muitas mesmo…enfim…em 2016 passei finalmente na primeira fase e dia 22 de janeiro de 2017 recebi de presente de aniversário a aprovação tão desejada na segunda fase e finalmente me transformei na advogada que nasci para ser após 17 anos de formada e com 40 anos! E pelo caminho percorrido e pelo meu segundo marido que me apoiou nesta trajetória sou imensamente grata!! 

Andreia Beatriz Sebold Santos

Dica para assumir o controle das suas circunstâncias: Persevere com as coisas importantes e aprenda a desistir das coisas que estão erradas na sua vida. Em 2018, aprenda a dizer “não” e “chega!”. Pare de se relacionar com pessoas que fazem mal para você e que não contribuem para o seu crescimento. Doe ou jogue fora objetos que você não usa mais. Pare de fazer atividades que não agregam valor à sua vida.

A correria do dia-a-dia

Casa, trabalho, filhos… o dia-a-dia é cheio de obrigações que parecem se multiplicar a cada ano. O pior de tudo é que o dia continua tendo apenas 24 horas. Em 2018 você precisa fazer o seu tempo render.

O de mais significativo que fiz este ano de 2017, sem dúvida nenhuma, foi cuidar de mim. (…) Tenho 52 anos, cuido sozinha de filhos gêmeos sou tecelã, faço tecidos artesanais para roupa, acessórios e decoração, (…) e com isso eu durante 8 anos não fui a médico, não me cuidei, me anulei. Este final de 2017 eu resolvi me olhar, me amar, me cuidar. (…) Quero, estou determinada a criar mudanças significativas na minha vida, foi um compromisso que fiz comigo.

Amaryllis de Carvalho Archanjo

Dica para vencer a correria cotidiana: faça a gestão do seu tempo. E não ceda à procrastinação. A roda da sua vida só continuar a girar corretamente se você estiver bem. Então, sua saúde em primeiro lugar! Podemos ser felizes sem emprego, sem dinheiro, sem romance, mas sem saúde é impossível. Então, elimine a frase “Eu não tenho tempo!” do seu vocabulário. Se você se organizar você vai ter tempo para dedicar a si mesmo.

A sua mindset

As nossas próprias crenças e mente podem se tornar nosso maior obstáculo. Não é fácil transformar nossa forma de pensar e encarar a realidade, mas vale a pena. Veja o testemunho da Carine:

Eu superei a minha forma de ver e acalmar o meu interior, agir em relação aos meus projetos e sonhos, observar mais ao meu redor, mandar a tristeza para longe… e acreditar mais em mim, saber que é questão de tempo, também somos capazes de realizar projetos… não se culpar por isso… saber agradecer, e ter mais fé, acreditar que um dia a sua realização vai se realizar…

Carine Ferraz

Dica para transformar sua mindset: aprenda como a sua mente funciona, se informe, e se relacione sempre com pessoas com uma mindset positiva e vencedora. Preste atenção nas informações e conteúdos que você “consome”. Não deixe que as circunstâncias te impeçam de mudar. E pare de dizer que você não consegue fazer as coisas, a não ser que elas sejam fisicamente impossíveis. Em vez disso, diga que você não quer, ou que tem outras prioridades, ou que não está disposto a fazer o esforço.

Convite

Em poucas palavras, lidar com as barreiras, obstáculos e reveses requer atitude e aptidão. Então, você precisa desenvolver as habilidades certas e a perspectiva ideal para prosperar sob pressão e ter sucesso. Desde já, eu te convido para se unir a mim no Workshop Resiliente: um coração inabalável que acontece entre os dias 22 e 26 de Janeiro para discutir alguns dos temas que eu mencionei nesse artigo. Você vai aprender a ter maior controle das suas próprias emoções e fortalecer a sua mente para as batalhas e oportunidades que virão em 2018.

Se você quiser se inscrever é só clicar no botão azul no final deste artigo.

Espero você!! Abraços e muito obrigada aos amigos que enviaram seus testemunhos!! 🙏 #Gratidão

Beatriz Rustiguel

[Workshop gratuito] Resiliente: um coração inabalável
Aprenda a fortalecer sua mente e emoções, a fazer o gerenciamento do seu nível de estresse e aumentar seu bem-estar.
Beatriz Rustiguel da Silva

Beatriz Rustiguel é formada em comunicação social, especialista em Métodos e Técnicas de ensino, certificada em Resiliência e Gestão de Estresse pela University of Washington – WashigtonX, e em Psicologia Positiva pela University of North Carolina at Chapel Hill.

  • Dayanna Pacheco

    Que conteúdo precioso! Excelente material para reflexão e ação.

  • Marilia

    Obrigada pelo texto e pelos testemunhos! Que venha 2018!! ❤️

    • Querida, muito obrigada pelo comentário e pela positividade de sempre. #gratidão
      Que venha 2018!! ✌️

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-color: #01b5aa;background-size: cover;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}