O que é estresse e como fazer dele um aliado da sua saúde

[eBook] 5 maneiras fáceis de lidar com o estresse
Aprenda técnicas fundamentais para melhorar seus níveis de bem-estar.

Você já se encontrou em uma situação em que sua lista de tarefas parece infinita, os prazos estão se aproximando rapidamente e você se pega dizendo “Nossa! Me sinto estressado!?”

Mas o que é realmente o estresse e como isso nos afeta?

Desmistificando o maior vilão moderno: o estresse

Em primeiro lugar, vamos desmascarar um mito: o estresse não é necessariamente uma coisa “ruim”. Sem essa habilidade brilhante de sentir estresse, a humanidade não teria sobrevivido.

Nossos antepassados, os homens ​​das cavernas, por exemplo, usaram o sintomas do estresse para alertá-los a respeito de alguma situação de perigo, como um tigre de dentes de sabre. Assim, eles nos deram um legado de estresse que nos ajuda a sobreviver.

Por isso, o estresse é inevitável e é um aspecto universal da nossa vida. Nós estamos pré-condicionado a experimentar o estresse.

Então, muitas vezes o estresse é comunicado no contexto como sendo algo ruim, mas também sabemos que o estresse pode ser bom. É a quantidade de estresse, e quando o estresse torna-se muito intenso, que pode afetar nosso bem-estar e a nossa qualidade de vida.

Ter uma experiência de pouco estresse ou muito estresse é prejudicial, mas na medida certa, ele produz alguns benefícios importantes. Então, é preciso alinhar nossa mindset para entender corretamente como pensar sobre o estresse e como lidar com ele.

Aqui, portanto, nos vamos ver algumas informações que vão te ajudar a saber o que é o estresse, reconhecer seus sintomas e como lidar com ele para reduzir seus impactos negativos.

Os sintomas do estresse

O estresse é principalmente uma resposta física. Quando estressado, o corpo pensa que está sob ataque e libera uma mistura complexa de hormônios e produtos químicos, como adrenalina, cortisol e norepinefrina para preparar o corpo para a ação física. Isso causa uma série de reações, desde o sangue sendo desviado para os músculos até o desligamento de funções corporais desnecessárias, como a digestão.

Através da liberação de hormônios como adrenalina, cortisol e norepinefrina, o homem das cavernas ganhou uma dose grande de energia, o que o preparou para lutar contra o tigre ou fugir. Esse coração latejando, a sensação de respiração rápida é a adrenalina; bem como um impulso de energia, nos permite concentrar nossa atenção para que possamos responder rapidamente à situação.

No mundo moderno, esta reação pode nos ajudar a sobreviver a situações perigosas, como reagir rapidamente a uma pessoa que de repente passa correndo na frente do nosso carro, nos levando a apertar os freios.

O desafio é quando nosso corpo entra em estado de estresse em situações inadequadas. Quando o fluxo sanguíneo está indo apenas para os músculos mais importantes necessários para lutar ou fugir, a função do cérebro é minimizada. Isso pode levar a uma incapacidade de pensar corretamente; um estado que é um grande obstáculo em nosso trabalho e vida diária. Se mantivermos um estado de estresse por longos períodos, isso pode prejudicar nossa saúde. Os resultados de níveis elevados de cortisol podem ser um aumento nos níveis de açúcar e pressão sanguínea e uma diminuição da libido.

O instinto de luta, fuga ou congelamento

Nós chamamos a resposta instintiva de liberação química no corpo em relação ao estresse de instito de luta ou fuga.

Reação de luta

Quando seu corpo entra em estado de estresse, podemos nos sentir agitados e agressivos com os outros; Isso acontece porque a reação natural de nossos corpos é “lutar”. Isso pode ser uma reação útil para evitar predadores, mas em situações desnecessárias, isso pode afetar negativamente os relacionamentos e arruinar a reputação.

Reação de fuga

Alguns de nós estão acostumados a evitar nossos estressores. Nós simplesmente nos removemos da situação em vez de enfrentá-la. Isso pode ser um sinal do instinto de “fuga”; uma função que pode salvar nossas vidas se nos encontrarmos em um ambiente perigoso. No entanto, na vida cotidiana, esse instinto natural pode aumentar ainda mais uma situação estressante quando percebemos que o estressor não está indo embora e precisamos enfrentá-lo.

Reação de congelamento

Desconhecido por muitos, há um terceiro modo que o estresse pode causar; o congelar. Para algumas pessoas, tornar-se estressado desencadeia o cenário de “desregulação”. A energia mobilizada pela ameaça fica “bloqueada” no sistema nervoso e nós “congelamos”. Essa resposta às vezes se revela quando respiramos. Segurar a respiração e a respiração superficial são ambas as formas de congelamento. O suspiro ocasional é o sistema nervoso alcançando sua ingestão de oxigênio.

Como fazer do estresse um amigo

O estresss foi feito em um inimigo da saúde pública, mas uma nova pesquisa sugere que estresse só é ruim para você, se você acredita que esse seja o caso. A psicóloga Kelly McGonigal nos convida a enxergar o stress como algo positivo e apresenta um mecanismo para redução do estresse: se aproximar dos outros.

 


 

Você tem se sentido muito estressado ultimamente?

Uma das técnicas comprovadas para ajudar a reduzir os níveis de estresse e ansiedade é o cultivo de sentimentos positivos como a gratidão.

Se você ainda não incluiu o hábito da gratidão na sua vida, clique para baixar o nosso diário de gratidão e começar hoje mesmo. 

Abraços,

Beatriz Rustiguel

[eBook] 5 maneiras fáceis de lidar com o estresse
Aprenda técnicas fundamentais para melhorar seus níveis de bem-estar.
Beatriz Rustiguel da Silva

Beatriz Rustiguel, comunicadora, professora universitária, especialista em Resiliência e Gestão de Estresse pela University of Washington (UWashingtonX), colaboradora do projeto ProLÍDER da Universidade Santa Cecília, colunista no site ‘Eu sem fronteira’, consultora de comunicação para o Banco Interamericano de Desenvolvimento e fundadora do projeto Mentalidade de Crescimento.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-color: #01b5aa;background-size: cover;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}