Mindset de crescimento: a mentalidade ideal para o sucesso

Como alcançar o tão sonhado sucesso e viver uma vida de realizações? Qual é a chave? Qual é o segredo?

Você já se pegou fazendo essas perguntas ao ver aquele ator ou atriz famoso na tv ou na revista? Ou ao ver uma daquelas palestras do TED com alguém brilhante contando todas as suas realizações? Ou quando fica sabendo sobre aquele aluno que passou em primeiro lugar nas melhores universidades do país sem precisar de cursinho ou sobre o concurseiro que conseguiu passar no concurso mais difícil do país?

Eu já!

E já ouvi falar em fórmulas mirabolantes pra alcançar aquele nível de prosperidade. De dietas até simpatias – tem de tudo.

Existem algumas pessoas mais sensatas que sugerem coisas como trabalho duro, foco e persistência.

Você acredita em tudo isso ou em coisas como sorte, destino e genética?

Olha, neste artigo eu quero te mostrar a resposta científica para essa pergunta. Eu vou te apresentar quais são os ingredientes básicos da prosperidade e como desenvolvê-los na sua vida e na vida das pessoas à sua volta.

Sim, eu estou falando de desenvolver os ingredientes de uma vida de realizações.

Essas características NÃO são intrínsecas de alguns poucos sortudos que nasceram como um nível de inteligência e talento acima da média. Elas podem ser desenvolvidas ao longo da vida.

E te digo mais, pesquisas mostram que essas características são subprodutos de outra coisa, algo poderoso e que todos nós podemos desenvolver: a nossa mentalidade.

Então, eis o que nós vamos discutir neste artigo:

Então, vamos lá?

A mentalidade é um ingrediente básico da prosperidade

Afinal, o que é mentalidade?

Mentalidade ou mindset (em inglês) é um “conjunto de manifestações de ordem mental (crenças, maneira de pensar, disposições psíquicas e morais) que caracterizam uma coletividade, uma classe de pessoas ou um indivíduo; mente, personalidade”. Ou seja, são os conjuntos de crenças de um indivíduo ou grupo e sua visão de mundo.

Mas, por que a crença ou maneira de pensar de uma pessoa é determinante para uma vida de sucesso?

Simples! A mentalidade é o que determina como um indivíduo compreende o sucesso.

Para alguns o sucesso é ter uma carreira longa gerenciando uma empresa importante, para outros, sucesso é poder trabalhar em casa com flexibilidade de horário e fazer o que se gosta, ou ainda, poder ser um líder em seu lar cuidando dos filhos e da casa, trabalhar em projetos sociais, etc.

A verdade é que não existe fórmula correta ou visão ideal de sucesso.

Existem muitos CEOs de empresas grandes e famosas com depressão porque em algum momento de suas caminhadas essas pessoas alcançaram o que se vê nas revistas e na tv como ideal de sucesso mas descobriram que não são felizes.

Então, a mentalidade constrói a percepção de realização e sucesso.

O que é uma mindset de crescimento e qual é a sua importância para uma vida bem sucedida e plena

Intrigada por essa mesma série de perguntas que eu e você conversamos agora a pouco a Dra. Carol Dweck, professora da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, descobriu que algumas pessoas veem a inteligência e o talento como algo fixo, nato do ser humano e isso caracteriza um tipo de mentalidade que ela chamou de “mindset fixa”.

Outras pessoas por sua vez enxergam a inteligência e o talento como características que podem ser desenvolvidas. Esse tipo de interpretação a respeito da inteligência é característica de uma “mindset de crescimento”.

Carol Dweck também descobriu que a mentalidade do indivíduo é um fator fundamental no seu desempenho e que esses dois tipos de mentalidades produzem comportamentos e resultados muito diferentes.

Em um estudo que ela fez em parceria com a Dra. Lisa Blackwell, várias centenas de alunos de sétima série foram entrevistados para determinar qual mentalidade cada um tinha, e em seguida eles foram acompanhados por dois anos.

Os resultados mostraram que os alunos com uma mindset de crescimento, ou seja, aqueles que pensavam que poderiam incrementar sua própria inteligência e melhorar seu desempenho acabaram de fato aumentando suas notas ao longo do tempo.

Enquanto aqueles com uma mindset fixa não aumentaram suas notas.

E qual era a diferença fundamental entre estes dois grupos? Uma perspectiva diferente a respeito da própria inteligência e capacidade de aprendizado.

Está gostando do artigo? Se inscreva para receber mais conteúdos exclusivos.

Como a convicção a respeito da própria inteligência e dos próprios talentos influenciam nossa capacidade de aprender

Outros estudos mostraram efeitos semelhantes de uma mindset de crescimento sobre outras habilidades do indivíduo como, por exemplo, na habilidade de resolução de problemas, na prática de esportes, na gestão de pessoas, etc.

O fato é que a habilidade de aprender é influenciada e beneficiada grandemente pela crença verdadeira de que se pode aprender.

Parece algo óbvio, não é mesmo? Porém, nem todos de fato acreditam nisso.

Muitos de nós pensamos de nós mesmos como pessoas sem “dom” para matemática ou como pessoas que “tem” pouca criatividade, “com” pouca habilidade social ou que “somos” pouco atléticos, etc….

Ou seja, para algumas pessoas essas dificuldades e problemas se tornam atestado de suas limitações e estão determinando suas identidades.

Agora reflita um minuto. Você pensa assim de si mesmo? Ou você encara os problemas e dificuldades como desafios e degraus para o desenvolvimento pessoal?

Ou você encara os problemas e dificuldades como desafios e degraus para o desenvolvimento pessoal?

Se nós queremos alcançar o nosso potencial, temos de começar a pensar de forma diferente.

Temos que perceber que as nossas capacidades atuais podem ser desenvolvidas. Elas não são fixas!

Ter força mental não é ser “naturalmente” uma pessoa resiliente, esforçada, focada. A verdade é que a força mental é que gera a capacidade de desenvolver graus maiores de resiliência, foco, equilíbrio emocional, etc…

Assim, a chave para o sucesso não é simplesmente o esforço, ou o foco, ou resistência, mas é a mindset de crescimento que os cria.

A própria mentalidade é fundamental.

A neurociência comprova o quão maleável nosso cérebro é. Se nós entendermos isso podemos mudar a nossa própria capacidade de pensar, sentir e realizar.

O que ensinam os grandes realizadores sobre a mindset de crescimento?

Você já ouviu falar em Charles Darwin, Marcel Proust, Albert Einstein?

Esses e outros personagens estão entre os mais incrivelmente talentosos da nossa era.

E todos eles, em algum momento de suas vidas, foram tachados por especialistas, pais ou professores como sendo incapazes e sem talento ou intelecto suficiente para ter uma vida de realizações.

O próprio Darwin escreveu:

Eu era considerado por todos os meus mestres e por meu pai, como um menino muito comum, e até mesmo abaixo do padrão comum de intelecto.

Surpreendente não é?

Mas, eu gostaria de destacar especificamente o caso de Thomas Edison. Ele, sem dúvida, é um dos mais importantes inventores de todos os tempos e chegou a ouvir de um de seus professores que era “burro demais para aprender alguma coisa”!

Pobre Edison! Mas, por que essa dificuldade não o deteve?

Ele chegou a ser demitido de um dos seus primeiros empregos por não ser produtivo o suficiente. Como alguém assim pode ter feito uma das descobertas mais relevantes do mundo?

Você acha que foi sorte? Destino? Garanto que não!

Foi insistência, perseverança! Edison é um caso clássico de mindset de crescimento.

Ele chegou a fazer mais de 1.000 tentativas mal sucedidas em inventar a lâmpada, mas nunca perdeu o ânimo ou se abateu diante das dificuldades.

Pelo contrário!

Ele conseguia enxergar progresso em cada uma de suas tentativas frustradas. E assim, aprendendo com o fracasso, finalmente alcançou o resultado esperado.

Pessoas como ele, assim como outros grandes realizadores desde Mozart até Einstein construíram suas habilidades.

E qual é o papel da inteligência e do talento nisso tudo? Não são esses dois elementos os determinantes para uma vida de grandes realizações?

Eles são importantes, sem dúvida, mas não suficientes.

A verdade é que os gênios não nascem, se constroem.

Pode apostar que tem muita gente talentosa por aí vivendo uma vida de fracasso.

A mentalidade e o funcionamento do cérebro humano

Gostaria de destacar que a mentalidade de crescimento não se manifesta apenas na força mental e emocional de um indivíduo, ela também se manifesta na fisiologia humana.

Estudos do cérebro mostram que, para as pessoas com uma mindset fixa, o cérebro torna-se mais ativo e estimulado quando recebem informações sobre o desempenho do indivíduo em cada tarefa realizada como, por exemplo, uma nota ou a pontuação.

Mas, para as pessoas com uma mindset de crescimento, o cérebro torna-se mais ativo ao receber informações sobre o que poderiam fazer de melhor da próxima vez.

Em outras palavras, pessoas com uma mindset fixa preocupam-se mais sobre como eles estão sendo julgados, enquanto aqueles com uma mindset de crescimento se concentram mais na aprendizagem.

Assim a mentalidade pode ser vista claramente com a ativação das áreas de prazer e satisfação no cérebro do indivíduo.

E você? O seu prazer está na realização bem sucedida ou no processo?

É claro que ninguém se alegra com o fracasso mas, alguns têm uma dificuldade maior em se desapegar, não é mesmo?

Mindset de crescimento x Mindset Fixa

Uma forma de identificar a mentalidade de uma pessoa é observar como ela enxerga o esforço.

Pessoas com uma mindset fixa enxergam o esforço como uma coisa ruim, algo apenas para pessoas com pouco intelecto ou talento.

Já pessoas com uma mindset de crescimento percebem o esforço como algo que os torna inteligentes, que desenvolve o talento inato e abre caminho para o crescimento.

E quando se deparam com uma grande dificuldade ou com um fracasso, pessoas com uma mindset fixa tendem a concluir que elas são incapazes.

Então, para proteger o seu ego, eles perdem o interesse ou desistem. A motivação vai embora. Mas, por trás da falta de motivação na verdade está uma mindset fixa.

As pessoas com uma mindset de crescimento entendem que os contratempos fazem parte do crescimento e portanto, não perdem a motivação diante das dificuldades.

Quando eles se deparam com um contratempo, se esforçam em buscar alternativas e encontrar uma maneira de contornar isso, assim como Thomas Edison fez.

Compreenda que o cérebro é maleável então, independentemente do resultado do seu teste (ou do seu filho, amigo, parente, etc) sempre é possível a mudança e crescimento.

E logo abaixo vou te apresentar três passos básicos para você começar a desenvolver a sua mentalidade.

Desenvolvendo uma mindset de crescimento

Há muitas coisas que podemos fazer para desenvolver nossa mentalidade da maneira correta.

Citei anteriormente o estudo focado em crianças mas não existem limites de idade e de fase de desenvolvimento em você esteja. Você pode subir de nível se souber como.

Podemos também promover uma mentalidade de crescimento em nossos filhos, cônjuges, colegas de trabalho, salas de aula, amigos, etc.

Então, aqui eu vou te contar três coisas fundamentais que qualquer um de nós pode fazer para incutir uma mentalidade de crescimento em nós e naqueles que nos rodeiam.

1. Aprenda constantemente

Tenha disposição para ser exposto à novos conhecimentos em todos os lugares, em todos os momentos.

Quando digo aprender não me refiro somente ao aprendizado formalmente organizado mas, também, formas mais amplas e gerais de conhecimento.

Há alguns dias me peguei conversando com uma colega de trabalho sobre os poderes medicinais dos chá verdes. Fiquei uns 10 minutos ouvindo, encantada. Eu aprendi muito!

Mantenha uma atitude de curiosidade. Faça perguntas! Aprenda sobre tudo! O tempo todo!!

Inclusive se você quiser continuar aprendendo com esse blog é só se inscrever na nossa newsletter e toda semana eu vou mandar um email para você com os nossos conteúdos em primeira mão. O formulário de inscrição está no topo dessa página.

2. Compreenda que esforço é fundamental

Entenda que quanto mais difícil for uma atividade, quanto mais empenho e esforço você tenha que dedicar a algo, mais e melhor você vai se desenvolver naquele tópico.

Um estudo recente diz que alcançar o nível mínimo necessário para o domínio básico de uma atividade requer apenas 20 horas de dedicação intensa.

Sim, isso mesmo! 20 horas.

Quer aprender a tocar um instrumento? Uma nova língua?

Invista 20 horas intensas de foco total nessa atividade e você vai conseguir. São nessas primeiras horas que a curva de aprendizagem é mais acentuada.

Eu vou falar mais sobre isso nos próximos textos e vou te dar dicas de como aplicar essa técnica para aprender qualquer habilidade nova que você quiser.

3. Enfrente os contratempos e as adversidades

Aproveite as dificuldades e desenvolva seu poder mental, seu equilíbrio emocional e sua capacidade de análise.

Eu reconheço que é muito difícil olhar para um erro próprio ou certas dificuldades na vida sem sentir um gosto amargo na boca mas essas são oportunidades únicas!

Não desperdice o seu fracasso!

Essa é a hora de procurar sentido, desenvolver o pensamento criativo buscando respostas e alternativas.

Então, deixe o ego de lado e coloque no papel os problemas com a maior riqueza de detalhes possível. Em seguida busque razões e tente desenvolver ou pesquisar sobre possíveis respostas para o problema específico.

Se sua estratégia não der certo. Não tem problema!

Tente de novo. Persista! Insista!

A solução vai chegar se você metodicamente analisar seus resultados e buscar alternativas.

Só não vale o conformismo e tentar obter resultados diferentes fazendo as mesmas coisas, não é?

Entrarei em mais detalhes sobre essas e outras formas de desenvolver uma mentalidade de crescimento em próximos textos e inclusive vou apresentar técnicas detalhadas para cada uma delas.

Obrigada por ter me acompanhado até aqui.

Se você tem alguma dica ou quer comentar comigo o resultado do seu teste, deixe um comentário abaixo ou me mande um e-mail. Vou adorar ouvir você. E não se esqueça de se inscrever para receber nossas atualizações e uma série de conteúdos exclusivos via e-mail:

Nos falamos em breve.

Abraços!
Beatriz Rustiguel

 

Leia mais: Benefícios de se cultivar uma mindset de crescimento na sua empresa e ambiente de trabalho

Clique AQUI para fazer o teste de mindset

Conteúdos de referência:

Livro: Porque algumas pessoas fazem sucesso e outras não (versão em português) de Carol Dweck

Entrevista: “Vontade de aprender está na origem do sucesso” com Carol Dweck

 

Beatriz Rustiguel da Silva

Beatriz Rustiguel, comunicadora, professora universitária, especialista em Resiliência e Gestão de Estresse pela University of Washington (UWashingtonX), colaboradora do projeto ProLÍDER da Universidade Santa Cecília, colunista no site ‘Eu sem fronteira’, consultora de comunicação para o Banco Interamericano de Desenvolvimento e fundadora do projeto Mentalidade de Crescimento.

  • Marilia

    Excelente artigo. Vou baixar o e-book e fazer o teste agora mesmo. Obrigada!

    • Beatriz – Mentalidade de Cresc

      Legal. Me conta o resultado depois. Abraços!

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-color: #01b5aa;background-size: cover;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}