5 atitudes que vão acelerar o seu desenvolvimento profissional: fazer as perguntas certas é mais importante do que ter todas as respostas

Uma característica de quem tem uma mente favorável a alcançar altos níveis de sucesso profissional e se desenvolver, tanto pessoal como profissionalmente, é acreditar na habilidade humana de desenvolvimento e evolução. Não se tratar de crer na inteligência nata e sim na possibilidade de desenvolvimento através do esforço.

Todos nós somos capacitados com diversos tipos de inteligência, talentos, dons, mas isso não significa que nossa capacidade de sucesso está restrita à atividades relacionadas a eles.

Ter uma habilidade inata é definitivamente um bônus e excelente facilitador, mas o papel que ela desempenha é menor do que muitos podem pensar.

Ter uma aptidão natural te ajuda a sair na frente – por exemplo, se você é naturalmente bom no desenho, isso lhe dá uma vantagem sobre os outros ao iniciar – porém, depois de um determinado estágio, o sucesso se torna cada vez mais dependente da sua atitude e da quantidade de trabalho você realiza.

Construindo sucesso de longo prazo com atitude e esforço

O trabalho duro torna-se o determinante do sucesso de longo prazo. Como Thomas Edison disse: “É 1% de inspiração e 99% de transpiração”.

Por isso, quando prestamos atenção nos aspectos psicológicos que caracterizam alguém bem sucedido podemos identificar alguns elementos interessantes. Por exemplo, a capacidade de pensar de forma multidisciplinar, a capacidade de colaboração, a capacidade de aprendizado, a força emocional para lidar com o fracasso e a resiliência  são algumas das características mais desenvolvidas em profissionais de alto desempenho.

Perceba que essas são características comportamentais e não necessariamente tem a ver com o seu QI ou com seu talento natural. E é isso que vai garantir a sobrevivência profissional em ambientes altamente competitivos e inovadores: a atitude!

Por isso, eis o que nós vamos ver nesse artigo:

Parte desse processo de desenvolvimento, passa pela habilidade de reconhecer o que NÃO se sabe, e de correr atrás de informação que eu ainda não possui. Essa habilidade pode salvar a sua carreira e te levar para um novo nível.

Deixa eu te explicar melhor…

O poder de fazer as perguntas certas

Quando eu comecei a trabalhar em uma grande instituição internacional pela primeira vez eu só tinha perguntas e mais perguntas, mas nenhuma resposta. Durante as primeiras semanas de trabalho em todas as reuniões eu era bombardeada de perguntas mas a única resposta que eu tinha era: “Eu não sei, AINDA!” Essa atitude é típica daqueles que entende que o conhecimento, habilidade e expertise é construída com esforço.

Eu não preciso saber tudo, mas preciso ter uma atitude de crescimento.

O ser humano é uma máquina de aprender!

Entender essa verdade pode te levar para um novo nível profissional.

Em um mundo como o atual, é natural que você se depare com situações fora do seu domínio. Mas a falta de conhecimento só são letais para sua reputação e para sua carreira se você não tiver a atitude certa para lidar com eles.

Não adianta mergulhar em um mar de aflição e se afogar no sentimento de inadequação que a falta de conhecimento pode provocar, nem ao mesmo, vale a pena assumir um atitude passiva a conformista. Temos, na verdade, que nos sentir desafiados e partir em busca do aprimoramento. Essa é a única coisa correta a se fazer.

É claro que você existem ambientes mais propícios ao crescimento contínuo. Instituições que tenham uma cultura organizacional que valoriza o esforço e a dedicação são lugares propícios. Ou seja, uma instituição que tenha uma cultura organizacional que promove a mindset de crescimento.

Em instituições assim, as perguntas fazem parte do cotidiano e saber lidar com fracasso corretamente também. Então, a ausência de respostas imediatas não é nada surpreendente e desesperador. Faz parte do processo de inovação.

Uma organização inovadora, arrojada não busca experts necessariamente, busca pessoas com a atitude, com potencial e com a mindset correta para buscar respostas.

Essa foi uma das lições que transformaram não só minha forma de trabalhar, mas a minha vida: ser inteligente raramente envolve saber um monte de coisas, mas sim, ser capaz de efetivamente identificar o que você não sabe, e entender a melhor maneira de adquirir esse conhecimento.

Por isso, há uma pergunta que eu sempre me faço ao me deparar com novos desafios (e que você também deveria fazer): o que eu ainda não sei sobre esse tema ou situação?

Essa pergunta não é para que você se estressar, perder a confiança ou se preparar para o fracasso. Pelo contrário, você irá se fazer essa pergunta para proceder com cautela e se dedicar a fazer a due dilligence (investigação minuciosa e reflexão) da situação.

Trabalho e dedicação rendem dividendos (e com juros!!)

5 atitudes que vão alavancar sua carreira e seu nível de expertise

Então, eis aqui as 5 atitudes que podem te ajudar a triunfar em ambientes altamente competitivos e garantir uma maior taxa de êxito em seus projetos.

1. Faça perguntas

Para isso você pode começar ouvindo. Tente explicar para pessoas a seu redor, principalmente de outras especialidades, o tema ou assunto que você está tratando e peça que te façam perguntas. Você vai descobrir rapidinho o que é mais importante no tema, o quanto você não sabe e por onde você deve começar a buscar respostas.

Se você estiver genuinamente interessado em encontrar as respostas, esse tipo de interação é fundamental e muito útil. Ter um parceiro de projeto com quem você se sinta confortável para compartilhar dúvidas e poder dar um feedback sincero é fundamental nessa fase. Bons conselheiros são raros, mas valiosos.

2. Identifique o que você sabe e como você pode usar isso a seu favor

Se você já tem informações e domina alguma área do projeto isso vai ficar nítido rapidamente e pode te ajudar a navegar em busca das informações que faltam. Mas use as informações que tem como um ponto de partida para perguntas mais profundas. Duvide e reavalie tudo o que você PENSA que sabe. Não deixe que o conhecimento adquirido te impeça de mudar de opinião ou reavaliar sua posição.

Só os tolos não mudam de opinião diante de novos fatos!

3. Identifique fontes de informação sobre o tema

A maneira fácil de fazer isso é usar a sua falta de informação para fazer perguntas certas. Se você não sabe algo que você acha que seria realmente útil, basta pensar em uma maneira de fazer perguntas perspicazes e de efeito. Desenvolva hábitos e técnicas de pesquisa.

4. Mantenha honestidade intelectual e humildade

Lembre-se que honestidade intelectual é muito importante para o processo de crescimento. Esteja aberto para questionar o que você sabe, o que você não sabe, e para mudar a sua postura baseada nas novas informações.

Também esteja disposto a admitir diante dos  outros o que você não sabe, assuma sua curiosidade, e diga sem melindres que você acha que eles sabem mais. E então, esteja disposto a pedir informações, instrução e conselho.

Ser intelectualmente honesto e humilde, pode te ajudar mais ao longo caminho do que tentar mostrar o quanto você sabe.

5. Busque um mentor

Ter alguém mais experiente com quem você possa se aconselhar regularmente é muito útil. Você pode buscar um mentor em projetos de mentoria da sua empresas ou de forma individual.

Dicas finais

Agora que você já sabe o que fazer com a falta “momentânea” de conhecimento, coloque em práticas essas dicas de ouro em sua rotina profissional. Você irá perceber o quanto seu crescimento será potencializado com atitudes de fácil execução.

Se você entende que desenvolver a sua atitude diante de desafios e fracassos é uma vantagem competitiva no mercado de trabalho, e quer começar a desenvolver a sua leia o artigo sobre planejamento de carreira para entender como agregar esse tipo de treinamento de forma bem sucedida no seu plano de carreira.

Além disso, você pode começar a desenvolver mais habilidades comportamentais com o nosso ebook gratuito “A arte de estabelecer metas e objetivos para alcançar resultados arrasadores“. O foco do material é sobre como a sua mente e suas emoções podem ser alinhas para que você alcance os seus objetivos. Então, clique AQUI para baixar o ebook gratuitamente agora mesmo.

 

Mas queremos saber também sobre você. Com certeza a sua experiência será enriquecedora para nós e para os outros leitores do nosso blog. Deixe seu comentário e compartilhe.

Obrigado pela companhia e até breve.

Beatriz Rustiguel

Beatriz Rustiguel da Silva

Beatriz Rustiguel, comunicadora, professora universitária, especialista em Resiliência e Gestão de Estresse pela University of Washington (UWashingtonX), colaboradora do projeto ProLÍDER da Universidade Santa Cecília, colunista no site ‘Eu sem fronteira’, consultora de comunicação para o Banco Interamericano de Desenvolvimento e fundadora do projeto Mentalidade de Crescimento.

  • Marilia

    Artigo muito bom mas a questão de procurar um mentor é complicada. Não acho que seja para todo mundo.
    Obrigada pelas dicas.

    • Beatriz – Mentalidade de Cresc

      Marilia, muito obrigada!

      A questão da mentoria pode ser realmente complicada. Existem práticas corretas para se estabelecer uma relação de mentoria produtiva. Vamos comentar sobre isso em textos posteriores.

      Mais uma vez, obrigada pelo seu comentário e abraços!

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-color: #01b5aa;background-size: cover;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 300px;}